Categorias
Europa

Visitar Drombeg, o Círculo de Pedras Megalítico perto de Cork

Para quem visita Cork e tem a possibilidade de alugar um carro, explorar um pouco mais da zona do campo é algo que recomendo vivamente. Não muito longe de Cork existe um círculo de pedras Megalítico com uma vista brutal, o círculo de pedras Drombeg. Em dias de céu limpo dá para tirar fotografias lindíssimas desde o círculo até ao mar.

Booking.com

O círculo de pedras Drombeg é um dos monumentos megalíticos mais visitados da Irlanda, que fica a cerca de uma hora de carro a sul de Cork. Já visitei este local inúmeras vezes, sempre que tenho amigos a virem visitar-me acabo por lá ir, só o passeio até lá vale bem a pena, e a vista do monumento também. Só resta saber se o tempo estará a favor…, o que nem sempre acontece na Irlanda. Aliás, a primeira vez que fui a este local apanhei um dia mesmo muito mau…, não foi das melhores experiências…

Quanto ao estado do monumento, obviamente que é uma área protegida mas não tem grande vigilância, no passado chegou a ser alvo de roubo de pedras… A entrada é gratuita, mas os acessos para lá chegarem não são dos melhores, existe indicação mas é fácil de passar despercebido. No entanto, claro que recomendo vivamente a visita se tiverem tempo e gostarem de história.

Não viaje sem Seguro de Viagem!

Recomendo vivamente a World Nomads, seguros especializados para viajantes. Bem detalhados antes de os riscos acontecerem!

Este sitio faz parte da minha rota de locais a visitar no Sul da Irlanda, e fica também dentro da rota oficial da Rota Selvagem do Altântico. Para quem quer conhecer um pouco mais, têm excelentes desculpas para passarem por Drombeg e explorarem também as redondezas, e porque não passarem a noite na bela vila de Rosscarbery?

Características e curiosidades sobre o Círculo

O círculo é composto por 17 pedras que forma um diâmetro de 9,3 metros, no entanto só restam 13 dessas 17 pedras. A pedra mais a oeste tem um comprimento de 1,9 metros, e tem 2 marcas em forma de ovo, uma rodeada por um anel. O círculo é designado por “tipo Cork-Kerry”, com uma entrada de duas pedras de 1,8 metros, no eixo sudoeste orientando o monumento na direcção do pôr-do-sol durante o solstício de inverno. É incrível como na altura conseguiam erguer estruturas com tamanha precisão astronómica.

Visitar Drombeg, o Círculo de Pedras Megalítico perto de Cork
Visitar Drombeg, o Círculo de Pedras Megalítico perto de Cork

As pedras do círculo foram cravadas em direcção à pedra recumbente, cujo meio foi alinhado com o pôr-do-sol do solstício de inverno, nas colinas distantes. No entanto, apesar do alinhamento ser muito bom, não é preciso.

Parte do complexo, foram encontradas ruínas de duas cabanas de pedra redondas e uma espécie de cozinha, em irlandês designada por fulacht fiadh. Foram encontrados vestígios que sugerem que esta espécie de cozinha foi usada até ao século V. A cabana maior tinha um telhado de madeira, suportado por um pilar também de madeira. A cabana mais pequena tinha uma espécie de forno. Uma ponte liga as cabanas à zona da cozinha (fulacht fiadh), com uma lareira, poço e cova onde a água era fervida por pedras quentes.

Escavações

Depois de alguns estudos tipográficos no início do século XIX, o sítio foi escavado e restaurado em 1957. Usando o método de datação por radiocarbono, estima-se que o sítio esteve activo entre 1100 e 800 AC. Foi também encontrado um vazo com os restos mortais de um jovem cremado, enrolado num tecido grosso. O vazo estava enterrado no centro do círculo com outros artefactos, como vários cacos.

Onde fica o Círculo Drombeg?

O Círculo Drombeg fica a cerca de 1 hora de viagem de Cork, logo depois da vila Rosscarbery. O local fica numa estrada bem rural, e facilmente pensamos que estamos perdidos. Mas neste caso há mesmo que confiar nas instruções do GPS. O local marcado no mapa acima leva-vos directamente ao círculo.

Para visitar este monumento podem fazê-lo num passeio de um dia desde Cork, ou seguindo uma das rotas de West Cork que sugeri acima.

Por Gil Sousa

Português emigrado em Cork, viajante e apreciador de boa comida.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.