Depois de mais uma viagem, está na hora de fazer uma pequena análise do que levei na mala para Cuba e como a preparei para a viagem. É um exercício que tenho feito com alguma regularidade, e parecendo que não acabo por aprender sempre algumas coisas novas sobre a forma como me preparo.

Desta vez foi uma viagem de apenas duas semanas pela parte Oeste de Cuba, e mais uma vez achei que não merecia a pena levar mala de porão. Duas semanas, num país sub-tropical? Acho que não preciso de levar muitas coisas… Mas há sempre coisas que falham, e outras coisas que era suposto terem corrido melhor de acordo com experiências anteriores

Gadgets

Começando pelos gadgets, pois são uma parte importante para mim. Um dos meus passatempos preferidos enquanto viajo é fotografia. Apesar de não fazer muito com as fotografias que tiro, é um passatempo que me relaxa imenso e que me faz procurar por detalhes, que de outra forma talvez me passassem despercebido.

Mergulho em Playa Girón, usando a GoPro Hero 4 Black
Mergulho em Playa Girón, usando a GoPro Hero 4 Black

Booking.com

Como dá para ver, parece que voltei a ir carregado demais. Mas não, fiz a mala para Cuba bastante bem! A Sony é uma câmara de viagem perfeita! Bem leve e com resposta entre fotografias muito boa, por vezes até boa demais…

Ao fazer a mala apercebi-me que o meu adaptador de corrente estava danificado, então no aeroporto tive de comprar um adaptador de corrente SKROSS. Não entrou na lista acima pois não fez parte dos elementos iniciais da viagem, mas sim despesa extra.

Roupas e higiene (e extras)

Já no que diz respeito à roupa, é algo que tem de ser levado. Ou será que não?

Mochilas e outros acessórios

  • 1 mochila The North Face jester — É a mochila onde levo os meus gadgets, normalmente coloco-a na parte da frente com a Lowe Alpine às costas, acabam por equilibrar bastante bem o peso sem me dar dores de costas.
  • 1 mochila Lowe Alpine TT — Aparentemente este modelo já está descontinuado, mas é uma marca que recomendo vivamente. Tem muita arrumação, e o facto de ser toda de tecido faz com que dê para “espremer” ao ponto de poder levar como mala de mão. Excelente para aqueles que gostam de viajar só com mala de mão, sem quererem se preocupar muito com o que levam. Claro, há que ter em conta os limites de peso impostos pelas companhias aéreas…
  • 1 mala à tiracolo Trespass — O modelo que tenho não é exactamente igual a este, mas bem parecido. Porquê mais uma mala, quando apenas levei bagagem de mão? Para evitar chatices com a Aer Lingus. A Lowe Alpine tinha bastante espaço livre, então coloquei a North Face lá dentro, completamente vazia. E coloquei os gadgets dentro da Trespass, que é uma mala que passa bastante bem como “acessório”. No entanto, viajar com a Trespass (autocarros e afins) não é a coisa mais confortável, e para isso a North Face seria uma escolha bem melhor. Foi a primeira vez que fiz isto, e até resultou. No entanto estou a equacionar comprar uma mala mais discreta e confortável para os meus gadgets…
  • 1 bolsa para a câmara
O que levei na mala para Cuba?
O que levei na mala para Cuba?
  • 1 bolsa de viajante discreta — Felizmente isto é daquelas coisas que em Cuba faz pouco sentido. Cuba é um país bem seguro. No entanto, para quem tem receio de ser roubado, é uma forma bem discreta de levar documentos e dinheiro.
  • 1 almofada de viagem Quechua — Uma das melhores almofadas de viagem que alguma vez experimentei. Bastante compacta, e versátil.
  • 1 fronha de almofada — Já expliquei num outro artigo o porquê de levar uma fronha de almofada. Não parece lá muito lógico, mas é uma forma que adoro usar para separar a roupa suja. A roupa não fica com aquele cheiro da falta de respiração, ao contrário dos sacos de plástico. E mesmo que algum cheiro passe para a restante roupa, não irá fazer assim tanta diferença pois nunca fico mais de uma semana sem lavar a roupa.
  • 1 garrafa de alumínio para água — Em países da América Central e do Sul é recomendado não se beber água da torneira. No entanto, estas garrafas de água mantém a água com uma temperatura fresca. Então comprava água e passava-a para a minha garrafa de alumínio. Bastante prática, e de boa qualidade!
  • 6 cubos de viagem eBags — Isto é algo que recomendei, volto a recomendar e irei continuar a falar sobre o assunto! Dos melhores acessórios de viagem que comprei. Gosto tanto deles que até dediquei um artigo inteiro a estes cubos. Hoje em dia existe uma variedade bem maior, e alguns bastante melhores e com funcionalidade de auto-compactação. Não é o caso destes. Mas continua a ser um excelente acessório!
  • 1 par de óculos Ray-Ban RB4195 Wayfarer Liteforce
  • 1 toalha de viagem microfibra Fit-flip.com — Desta vez nem a usei, mas quando fui à Austrália foi uma das peças que mais falta me fez quando me a roubaram…

Booking.com

Roupa, calçado e higiene

Extras

Rua velha em Trinidad
Rua velha em Trinidad

O que correu menos bem aqui? O baralho que cartas, que nunca usei! De resto, usei tudo o que coloquei na mala para Cuba! Ok, também não usei a toalha, mas tendo em conta o destino poderia vir a ser necessária. Não sabia as condições das casas onde acabei por ficar…

Como expliquei antes, as calças de ganga foram um mal necessário. Só as usei uma vez durante as duas semanas em que estive em Cuba, de resto andei sempre de calções…

Ainda assim, acho que levei um pouco de roupa a mais. Fiz as contas à roupa para durar até chegar a Varadero, pois aí tinha a certeza de que iria encontrar um sítio para lavar a roupa, no entanto acabei por o fazer antes. De realçar que se pode pedir para lavar a roupa em quase todas as casas particulares em Cuba, claro, que tem um custo extra e por norma não é barato…

Por norma crio uma secção para listar as coisas que comprei ao longo da viagem, desta vez não preciso de um fazer. Além do adaptador de corrente, as únicas coisas extra que acabei por comprar foi gel de banho e champô, porque não queria pagar para fazer check-in da mala. E mesmo isso, não trouxe de volta para a Europa, ficou numa casa particular.

Voei para e de Cuba apenas com bagagem de mão!

E você, já visitou Cuba? O que levou na mala? Deixe um comentário com a sua experiência!

Publicado por Gil Sousa

Português emigrado em Cork, viajante e apreciador de boa comida.

Deixe um comentário

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: