Porquê Kerala, e porque é que é tão importante para este blog?

Para quem me acompanha nas várias redes sociais onde participo, certamente que já notou a quantidade de mensagens que tenho colocado a pedir para votarem em algo. Já vários me perguntaram o que isso é, e de facto não tenho explicado lá muito bem, então decidi escrever este artigo para explicar tudo mas tudinho!

Começando pelo inicio…

O que é um travel blogger?

Esta pergunta parece ser bastante simples de responder. É alguém que tem um blog e escreve sobre viagens. Ponto. Está explicado. Mas o que é que está por detrás disso? Que trabalho dá isto? Porquê escrever sobre viagens? Qual o interesse disto tudo?

Estas perguntas já são um pouco mais complicadas de responder, nem todos escrevemos pelos mesmos motivos, e nem todos viajamos… Estranho? Talvez um pouco, mas para escrever sobre viagens não é necessário ter de viajar (muito). Há quem escreva sobre a sua cidade, há quem escreva sobre a sua área. Todos temos estilos de escrita diferentes, e é isso que torna cada um de nós único no que faz – Claro que há quem goste de copiar estilos…, mas isso são outras histórias…

Então e tu?

Então e eu…, pois… Eu escrevo simplesmente porque gosto de escrever. Comecei este blog com o intuito de partilhar as minhas (des)venturas de quando fui viver para o estrangeiro pela primeira vez, e depois acabei por tomar o gosto à escrita. E com isto me considero um travel blogger, ou em português, um blogueiro de viagens. Gosto bastante de viajar, e sempre que posso venho aqui escrever umas linhas sobre o que fiz durante as minhas viagens, e é só.

 

Vote para Look Left ir à India

Uns segundos do vosso tempo que podem ajudar a concretizar um sonho

Então é só escrever sobre a boa vida? Também quero!

Pois, mas não é 🙂 Também tinha essa ilusão, e neste momento tenho meses de artigos em atraso. Quero manter o meu estilo, narrando as minhas experiências, e felizmente não me faltam histórias para contar! Falta sim algum tempo para escrever…

A minha mini-sabática na Austrália foi uma prova disso mesmo, inicialmente ia com o objectivo de escrever e partilhar quase em tempo real o que ia acontecendo, e neste momento ainda só estou a escrever o que aconteceu na minha terceira semana…, estive lá oito… Como não lucro absolutamente nada (ainda) com o blog, acabei por não me preocupar assim tanto com a escrita, e coloquei uma pausa até voltar à Europa, e assim foi. Agora ando a partilhar histórias que aconteceram há uns meses atrás.

Mas quem faz vida de travel blogger já não é bem assim. Além do gosto para escrever, é preciso manter muita gente interessada em ler o que se escreve. É preciso estar activo em várias redes sociais e manter as pessoas interessadas em ver o que se vai partilhar a seguir (sim, estou a olhar para todos aqueles que criticavam o facto de eu partilhar fotos no facebook). É preciso encontrar quem nos pague para escrever. É preciso trabalhar 7 dias por semana enquanto se viaja. E reparem, disse “viaja” e não “férias”. Quem faz vida da escrita de viagem não faz férias, mas sim trabalha em movimento.

Mas e porquê Kerala?

Sim, porque é que isto é tão importante para este blog? Porque é um primeiro passo para ir de “alguém que gosta de escrever sobre viagens” para “alguém que leva isto a sério”. Esta viagem é destinada a travel bloggers, e é um desafio extremamente importante para quem se candidatou e pode vir a ser seleccionado. É uma troca por troca, recebemos a viagem, temos de retribuir com publicidade. Seja ela via artigos, partilhas nas redes socais, seja como for. Nunca fiz nada do género, e nunca nada do género foi apresentado por este blog. Este é o primeiro passo deste bebé que já conta com 10 anos. Um bebé que tem gatinhado, mas que agora quer dar umas pequenas passadas.

Como podem ajudar?

Em primeiro lugar, votando! Neste momento estamos bem posicionados, mas em um mês tudo pode mudar. Muitos destes bloggers começaram a receber votos bem antes deste blog sequer ser aceite, há que recuperar desta desvantagem! E só vocês podem ajudar a tornar este sonho uma realidade.

Depois, partilhem! Sim, partilhem ou o link para este artigo, ou o link directo para a votação. Mas partilhem com os vossos pais, irmãos, primos, tias, amigos, todos mesmo.

Não vos estou a pedir ajuda para umas férias grátis, mas sim para comigo fazerem parte deste grande passo que este blog pode vir a tomar com a vossa ajuda!

Um grande obrigado por continuarem a ler este blog, e por todo o apoio dado. É bem sentido!

Gil Sousa

Português emigrado em Cork, viajante e apreciador de boa comida.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: