A minha lista de “Coisas a Não Esquecer”

Fazer a mala antes de uma viagem é uma das coisas mais excitantes para mim, mais ainda do que aquele click que confirma a reserva do voo, ou aquele “trabalho” de preparação para a viagem. Fazer a mala significa que dentro de umas horas vou partir, que em breve os meus sonhos vão passar a ser memórias, que aquelas fotos fantásticas que vi vão passar pela minha objectiva e que vou ter ainda mais histórias para contar!

Antes de preparar o que colocar na mala, é importante saber que tipo de viagem vou fazer. É obvio que para viagens de longa duração será necessário uma preparação diferente do que para um fim-de-semana fora, mas para ambas é importante levar apenas o que é estritamente necessário. Afinal de contas, vamos de férias, não vamos levar a casa às costas!

Prepara a mala para a tua viagem, não para uma viagem.

Há coisas que têm sempre de entrar na lista de coisas a meter na mala, como roupa interior, roupa do dia-a-dia, etc. Como tal, acho que é desnecessário pensar demasiado em relação a isto, no entanto é importante ter em mente que a mala não deve estar sobre-lotada com coisas desnecessárias. Roupa interior pode parecer obvio, mas não esquecer que vai dar sempre para lavar a roupa algures durante a viagem, ou que alguns dias irão ser apenas para praia, etc. Mesmo roupa interior ocupa espaço, e não se deve encher a mala demasiado.

Para cada tipo de viagens, é imperativo saber-se para o que se vai. Quais os objectivos? Fotografia? Aventura? Praia? Montanhismo? Este pequeno detalhe vai afectar imenso a vossa lista de coisas a não esquecer.

Arequipa Airport, sunset
Pôr do sol no aeroporto de Arequipa, Peru

Uma das minhas paixões é fotografia, como tal tenho sempre de garantir espaço para a câmara e a(s) lente(s)! Um adaptador de corrente também é importante, e tendo em conta que estou a viver na Irlanda, onde as tomadas são diferentes do resto da Europa, o adaptador acaba por ser crucial…

Roupa para a ocasião. Isto torna-se ainda mais importante para viagens de longa duração, onde facilmente os planos não contemplam alguns detalhes que devíamos ter tido em conta. Nestas viagens coloco sempre umas calças de hiking, as que tenho dá para retirar as “pernas” e ficar com uns calções. Este tipo de calças normalmente secam rápido, são transpiráveis e facilmente dá para adaptar para diferentes situações, como tal, acabam sempre por entrar na minha mala.

Por norma também levo sempre o meu iPad ou o iPhone, onde tenho guardados apontamentos sobre os locais que quero visitar, lista de contactos e moradas e cópias dos meus documentos de identificação. É também importante ter sempre uma cópia do passaporte online, tipo no e-mail. Nunca se sabe o que pode acontecer, mais vale estar preparado 🙂

Prepara-se para aqueles percalços que não são assim tão raros…

No caso das viagens de longa duração, em que tenho bagagem de porão, levo sempre comigo roupa para pelo menos dois dias. Pode acontecer que a bagagem se lembre de ir passear a outro destino exótico e você tenha que ficar uns dois ou três dias sem roupa para vestir. Uma troca de roupa para dois ou três dias não ocupa assim tanto espaço na bagagem de mão.

Em viagens, o tamanho de facto importa! Tenha sempre em conta que algumas companhias aéreas são mais rígidas com as regras, certamente que não irá querer ser forçado a procurar cantos na sua bagagem de mão para enfiar aquelas coisas extra só porque apenas pode levar uma peça de bagagem por pessoa. Tenha também em consideração escalas e mudanças de voos que não estão conectados. Por vezes consegue passar com bagagem de mão num voo, mas não no seguinte (já passei por isso…).

No que respeita a sapatos, lembre-se que não vai para uma festa. Se você vai numa viagem de curta duração, leve apenas o par que vai querer usar e escolha o que lhe é mais confortável. Não se esqueça que vai usar esses sapatos durante o tempo todo! Se vai numa viagem mais longa, não leve mais do que um par extra, obviamente de acordo com o programa da viagem.

A última coisa que recomendo na mala é “espaço“, quem não acaba por comprar recordações? 🙂 Regra geral, uma mala volta sempre mais cheia a casa, tenha isso em consideração quando a estiver a preparar.

E por fim, aproveite a sua viagem e não se esqueça de relaxar 🙂

Gil Sousa

Português emigrado em Cork, viajante e apreciador de boa comida.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: