Introdução ao Pinterest

O que é o Pinterest?

Neste momento, é uma das novas redes sociais que mais gosto de usar para publicitar os artigos que escrevo no meu blog é o Pinterest. Devo confessar que de inicio não percebia muito bem a utilidade dessa rede, mas uma vez que se toma o gosto, é complicado parar. Mas em suma, é uma excelente ferramenta para guardar marcadores de uma forma bastante visual e organizada.

Tudo o que lá guardamos estará representado por uma imagem, aliás, é a partir de imagens que guardamos o que queremos mais tarde visitar (ou promover).

O cabeçalho do meu perfil no Pinterest
O cabeçalho do meu perfil no Pinterest

Por exemplo, imaginem que compraram uma casa, e agora querem decorar o jardim? Não vão faltar ideias, mas quais serão as que resultam melhor? Talvez seja um bom começo guardar todas aquelas boas ideias que vimos noutros sites, de preferência fotos, para podermos identificar rapidamente aquilo que queremos encontrar no dia das compras.

O Pinterest funciona bem com isto, e ao guardarmos uma imagem, não só ficamos com a imagem num album, mas essa imagem também fica associada ao link onde a encontrámos! Ou seja, não vai ser necessário ter de perder uma hora para encontrar o site onde vimos aquele banco de jardim fantástico que tanto queríamos!

Pinterest para Empresas

Este é o primeiro passo a tomar, podemos divulgar o nosso blog ou empresa com uma conta normal, mas uma conta para Empresas dá acesso a muitas mais funcionalidades, tais como podermos marcar o nosso site como verificado, acesso a estatísticas de pins que apontam para o nosso blog (mesmo que tenham sido criados por outras pessoas). E a conta para empresas é gratuita, portanto não custa nada converter a actual para uma mais profissional.

Rich Pins

Os Rich Pins são pins especiais que contém metadados com informação sobre o pin, dá para definir pins de artigos automaticamente como Rich Pins, e isso passa mais informação a quem vê os pins. Outros tipos de Rich Pins são pins de locais, excelente para ajudar na pesquisa, isto é, a serem encontrados. Este é o tipo de Rich Pins que uso mais, assim que adiciono um pin novo sobre um local qualquer, edito-o e adiciono a informação geográfica, assim, quem o encontrar, saberá que se trata de um pin daquela cidade ou local.

Exemplo de um RichPin, artigo e geo-tagged
Exemplo de um RichPin, artigo e geo-tagged

Quadros pessoais

Os quadros pessoais são (quase) todos aqueles quadros que criamos, em que apenas nós temos acesso para adicionar mais pins. Existem quadros públicos e privados, e os privados apenas nós vemos o conteúdo que é lá colocado. Apenas tenho um quadro privado onde coloco aqueles pins de dicas que quero guardar, mas que tem pouco a ver com a temática principal do meu perfil, que é viagens.

Existem muitas formas de organizar os quadros pessoais, e há quem simplesmente não organize absolutamente nada e os deixe para lá “abandonados”. Eu optei por uma estratégia de prioridades e ordenação alfabética, se olharem o meu perfil poderão ver que:

  • os dois primeiros quadros são com pins para o meu blog, quadro com pins apenas em Português, e outro quadro com apenas pins em Inglês
  • alguns dos seguintes quadros são quadros de grupo (ler mais abaixo), e já ordenados alfabeticamente
  • os quadros a seguir a estes de grupo são todos quadros pessoais, sobre viagens, e ordenados alfabeticamente
  • e por fim, outros quadros de grupo, que não são meus
Quadros do Pinterest
Quadros do Pinterest

Ou seja, quem abre o meu perfil, a primeira coisa que vai encontrar são os quadros do que quero divulgar, o meu blog. Depois disso quadros onde, em colaboração com outras pessoas, divulgo conteúdo de outros, desde que seja dentro da temática do meu perfil, depois os meus restantes quadros.

Quadros de grupo

Os quadros de grupo funcionam basicamente da mesma forma como os quadros individuais, com a diferença de que o quadro pode não ser nosso, e podemos não ter todas as permissões para editar e mover pins.

Então, se a diferença é pouco a até podemos ter menos permissões, quais as vantagens de nos juntarmos a um? Simples, os nossos pins chegam a ainda mais gente. A todos quantos seguem o quadro onde estamos a colocar os nossos pins, e esses quadros até podem ter mais seguidores que o nosso perfil!

Quadros de grupo do Pinterest
Quadros de grupo do Pinterest

Também vale a pena criar quadros de grupo, o nosso quadro irá aparecer no perfil dos colaboradores, e isso poderá gerar mais seguidores no nosso quadro. E por sua vez, tendo em conta que o endereço web do quadro também tem o nosso nome de utilizador, isso poderá gerar mais seguidores no nosso perfil também. Vale bem a pena ter alguns quadros de grupo, mas convém criar conteúdo antes de convidar pessoas a colaborarem. É possível converter qualquer quadro individual em quadro de grupo, portanto mais vale criar conteúdo antes de passar à colaboração.

Em suma

O Pinterest é uma das fontes que gera mais visitas para o meu blog principal, a manutenção é reduzida e a comunidade gigante. Com uma actividade regular, conseguimos gerar uma grande rede de novos leitores do nosso blog, e até podemos descobrir outras ideias para escrever.

Uso bastante o Pinterest também para planear as minhas viagens, um misto de publicidade com uso pessoal, desde que se integre com o objectivo do perfil.

Se ainda não estão no Pinterest, então está na hora de criar uma conta!

Gil Sousa

Português emigrado em Cork, viajante e apreciador de boa comida.

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: