Derry/Londonderry, uma cidade dividida entre dois países

Recentemente fui a uma cidade no norte da Irlanda, Derry, e apercebi-me que ainda existe muitas dúvidas quanto às “Irlandas”. A confusão tem alguma justificação, afinal de contas existem três Irlandas. E com isso, muitas pessoas fazem confusão entre as três. Sim, três! Não uma, não duas, mas sim três!

Mas como?

As três Irlandas

Irlanda é o nome da ilha, uma ilha com uma área quase igual à de Portugal, onde estão dois países, com duas moedas diferentes, mas sem fronteiras físicas.

República da Irlanda é o nome do país que ocupa grande parte da ilha, e que detém os pontos mais a norte e mais a sul da ilha, tal como os extremos mais a oeste e este. Este país faz parte da União Europeia, e usa o euro como moeda corrente. Para quem vem de Portugal, é bastante simples perceber se algo é caro ou barato.

Irlanda do Norte é a parte restante da ilha, a Nordeste, e é um país que faz parte do Reino Unido. Sim, é considerado como um país, com um governo local próprio e semi-independente, mas sob a coroa britânica. A moeda local é a libra esterlina, tal como no resto do Reino Unido, mas com uma particularidade (que também acontece na Escócia, e salvo erro também no País de Gales), cada banco pode emitir a sua própria nota. Sim, existem várias notas diferentes do mesmo valor, uma confusão! E maior confusão é quando se tenta usar essas notas noutras partes do Reino Unido, o que normalmente são recusadas. Já as moedas, essas são comuns aos quatro países do reino.

Zona Oeste de Derry
Zona Oeste de Derry

Na verdade, o nome deste país está incorrectamente traduzido como Irlanda do Norte, o correcto deveria ser Irlanda do Nordeste, tal como em inglês. Tanto que, tal como disse anteriormente, os quatro extremos cardinais da ilha se encontram todos na República da Irlanda.

E com dois países, não será difícil de adivinhar que também a religião é diferente. Enquanto que na República da Irlanda a grande maioria é católica, já na Irlanda do Norte as coisas complicam um pouco, hoje em dia a porcentagem está quase nos 50-50 entre católicos e protestantes. E com isto…, conflitos…

Conflitos em Derry

Derry é um destes pontos de conflito, fica mesmo na fronteira entre os dois países, e hoje em dia a sua maioria é católica, na ordem dos 90%. No entanto, a cidade faz parte da Irlanda do Norte, mas a sua população continua a querer fazer parte da República. O caso desta cidade é ainda mais peculiar pois até o seu nome oficial é apenas Londonderry, por homenagem aos construtores de Londres, mas a grande maioria da população recusa-se a aceitar esse nome, e como tal usam o nome inglesado Derry, com origem na palavra irlandesa Doire, que significa bosque de carvalhos.

Derry/Londonderry, uma cidade dividida entre dois países
Derry/Londonderry, uma cidade dividida entre dois países

Antes de visitar Derry, uma das recomendações que me deram foi de ter algum cuidado na forma como me referia ao nome da cidade, pois facilmente poderia ofender pessoas. Isto não é verdade, aliás, até pode ser, mas apenas irá ofender uma pequena maioria de pessoas. Os irlandeses são pessoas extremamente simpáticas e gostam bastante de visitantes. Falar com um irlandês sobre a sua cidade é uma forma de elogio subentendido, e ninguém recusa uma oportunidade de explicar um pouco mais sobre a história da sua cidade. A partir daí, é só respeitarmos a designação que preferem.

Mas isto nem sempre foi assim, a 30 de Janeiro de 1972 deu-se um confronto em que morreram 14 pessoas, 13 no local e um 4 meses mais tarde devido aos ferimentos. Estas pessoas foram mortas pelo exército inglês durante uma manifestação pacífica de católicos, contra à Operação Demetrius. Esta operação levou à detenção, sem julgamento, de mais de 300 irlandeses católicos que defendiam a unificação da Irlanda. Este infeliz evento deu origem a outro tipo de manifestação, desta vez artística. Foram vários os artistas que recordaram o que aconteceu neste dia, sendo talvez o mais famoso a música dos U2, Sunday, Bloody Sunday.

Segundo o nosso guia, a religião foi uma desculpa usada pela rainha (palavras dele) para divergir a atenção dos ideais dos unionistas. Enquanto que todos são irlandeses, todos fazem parte da mesma Irlanda (ilha), já a religião é a única coisa que de facto os diferencia e que “nascem” com isso. Dizer a um irlandês que não pode ser irlandês não resulta de muito. Mas dizer a um protestante que faz mais sentido ficar num país cuja monarca é a entidade máxima da sua religião, aí a coisa muda de figura.

A titulo de curiosidade, a bandeira da República da Irlanda é uma mensagem de paz para a Irlanda do Norte. Verde simboliza a religião católica, de sua grande maioria na ilha, o Laranja simboliza os apoiantes de Guilherme de Orange, na sua maioria protestantes. E o Branco, claro, que simboliza a paz. É uma mensagem de inclusão para todos os habitantes da ilha.

Hoje em dia as gerações mais novas já não se identificam com este conflito, existe mais harmonia entre os dois lados e cada vez menos atritos. Já fiz duas excursões por Belfast, e esta em Derry, e todos os guias me disseram o mesmo. Cada vez conseguem ver uma situação de paz mais próxima. União? Muito provavelmente ainda não. Mas paz? Certamente que sim.

Mais para visitar em Derry

Mas nem tudo são histórias horríveis, Derry tem mesmo muito para oferecer a quem visita. Uma das coisas que mais gostei foi das muralhas da cidade, que são de uma largura incrível!

Derry é uma das cidades mais antigas da Irlanda, com população continua. Já desde o século VI! E é a única cidade da ilha cujas muralhas estão completamente intactas, e é considerada como um dos melhores exemplos de cidades entre muralhas da Europa. Para um português como eu, devo admitir que gostei mesmo muito destas muralhas, o que felizmente em Portugal temos vários exemplos deste tipo de vilas.

Canhões na Muralha de Derry
Canhões na Muralha de Derry

É também uma das poucas cidades na Europa que nunca teve as suas fortificações penetradas, sobreviveu vários cercos incluíndo um que durou 105 dias, daí também ser conhecida como A Cidade Virgem.

Quando planearem visitar a cidade, tenham em atenção as datas religiões e outros eventos, e os dias em que os museus estão abertos. Enquanto que por norma recomendo visitar cidades fora das épocas altas, locais mais pequenos como Derry optam por fechar museus e afins nas épocas baixas por não terem rendimento suficiente para justificar a sua abertura contínua. Por muita pena minha não conseguimos visitar o Museu da Libertação de Derry pois estava fechado.

E se tiverem mais alguns dias, aproveitem para conhecer as zonas rurais mais próximas, entre o condado de Donegal na República da Irlanda e o condado de Derry / Londonderry, há imenso para visitar.

Onde fica Derry?

Sugestões de alojamento em Derry



Booking.com

GuardarGuardar

GuardarGuardar

GuardarGuardarGuardarGuardar

Deixar uma resposta